Wednesday, July 19, 2017

Assinatura de Lula na Intimação de Moro.


Assinatura de Lula na Intimação de Moro.



Observações:
São visíveis a perda da qualidade gráfica da assinatura em relação das demais analisadas neste blogg e sem dúvida é a a pior em mais de 25 anos observando os mais diversos texto do político.
A perda de legibilidade da assinatura fica por demais evidente.
Existem algumas torções:  tensão, ansiedade, sofrimento. 
Retoques: insegurança, necessidade de conferir, refazer, tensão, ansiedade, estresse.
Na letra u é visível o ângulo: novamente tensão, agressividade.
A letra a de Lula praticamente desaparece e observamos um ângulo inesperado cujo nome facilmente o identifica: bico de papagaio - agressividade encoberta por justificativas ou amenidades - agressividade escondida sob o manto da injustiça - agressividade oculta. 

A agressividade é corroborada pelo finais para baixo nas letras t e e da palavra "pretendo. 
Este finais de acordo com a escola italiana de Marco Marchesan são chamados de traços da brutalidade. O nome fala per si. Já descritos neste blogg. Todavia a interpretação necessita ser confirmada por mais traços. 

Rizzos da Brutalidade
Presentes as leis XII, XIII, XXII. Tendência Motriz: Brutalidade
Características gráficas – São notáveis os engrossamentos repentinos e violentos no final das letras que ultrapassam (no traço descendente) a linha de base. Também ocorrem no meio das palavras. A pressão se amplia no final, muitas vezes de forma massiva.
Traço mais frequentes em homens, nas mulheres parece ser exceção.
            Tendências satélites:
Ø Na inteligência – Obliteração parcial da responsabilidade.
Ø No sentimento – Cólera irresistível e violenta. Falta de Sensibilidade da voz da consciência ao julgar as descargas violentas.
Ø Na vontade – Expressões de atitude de mando que por vezes dão medo. Escassa aptidão para chefiar pela inclinação para destruir o espírito de colaboração e por reações agressivas e violentas.
Ø Violência material imprevista. Gosto por ver sofrer. Crueldade. Maligno. Ira inesperada.
De acordo com Antonello: “trata-se de um traço de raiva e oposição; de conotações viris; consiste em uma profusão de energia, no exercício da força; em uma ação autoafirmativa; de rebelião ou desafio contra qualquer coisa que não aceita.” (em artigo da Revista Gramma)
Tendência de se impor para a conquista das coisas ou pessoas, superar todos os obstáculos para realizar as próprias aspirações e assim reagir com violência para obter a força tudo aquilo que necessita.
O escritor formula respostas inadequadas a fatores ou eventos estressantes por excesso de reação. Normalmente as descargas coléricas e de raiva são desproporcionais em relação à causa desencadeante; existem reações descontroladas e irracionais. 

Letras ovais
As letras ovais na grafologia simbolizam o "Eu".
O a da palavra Lula é praticamente ilegível e a letra o da palavra pretendo é achatada. Demonstram que a percepção do "EU" está bastante alterada, deteriorada, por assim dizer. Infelizmente.

A barra do T 
Outrora era firme, direta e ascendente é executa em curva e descendente. Perda de tônus, energia.

Escrita desligada
A escrita desligada é sinal clássico de intuição.

Conclusão
A perda de energia é visível, assim como a percepção de si e da vontade.


Paulo Sergio de Camargo
Grafologia - Linguagem Corporal

Loja Virtual - Livros de Grafologia  http://grafonauta.tudonavitrine.com.br/