Monday, September 17, 2007


Escrita do baqueiro Alberto Caciola. Condenado a treze anos de prisão por fraude bancária.
Preso em Mônaco.
Final do bilhete que enviou ao presidente do Banco Central solicitando que o "rombo" em seu banco fosse coberto com dinheiro público.
Ficou preso na Polícia Federal. Depois de libertado fugiu para a Itália.

A escrita é retocada, suja; desligada, com variações de pressão .
Em todo o bilhete a direção das linhas é variável.
Existem palavras truncadas, finais inacabados ou suspensos.
A síndrome descrita acima não é favorável.

Impressiona as ovais abertas embaixo - signo grafológico clássico ligado a desonestidade.
- letra o da palavra enorme / obrigado

Ainda na palavra obrigado, podemos observar claramente a letra d aberta na zona inferior.

A pressão é pastosa. Este signo com as ovais abertas, letras suspensas remetem a insinceridade.
Vejamos a interpretação de pastosa:

Fácil sintonia com o meio ambiente, fácil contato e adaptação.
Comunicação rica em nuances. Receptividade instintiva e excessiva. Memória visual.
Permeabilidade com o meio que se relaciona. Conveniência com solicitações exteriores.
Contatos mundanos, promiscuidade. Falta de respeito aos limites físicos dos demais. Materialismo e vulgaridade.

Saturday, August 18, 2007

MOVIMENTO


No estudo realizado com quase cerca de 40 grafólogos de primeira linha da escola francesa; ficou reconhecida a dificuldade para se avaliar de forma consistente a velocidade na escrita de adultos.
Dentro da aprendizagem a aquisição de uma escrita rápida está ligada à habilidade gráfica e neste contexto entram múltiplos fatores como nível intelectual, afetividade, etc.

J. Pegeout, acredita ainda ser possível interpretar as espécies clássicas de velocidade; principalmente a escrita rápida; mas com cautela.

A Velocidade – um dos gêneros da grafologia clássica - deixou, portanto, de ser considerada como tal.

O certo é que o estudo do MOVIMENTO pode trazer informações mais consistentes do escritor. No livro “Psicodinâmica do Espaço na Grafologia” escrevi sobre os 10 Tipos de Movimentos e fiz uma pequena recordação dos movimentos proposto por Suzanne Bresard no livro “A Grafologia” Ed. Europa América.

Minha posição é que devemos estudar de forma mais profunda o assunto, muito embora caminhe para a posição de concordância com os especialistas franceses; pois meus estudos no livro Psicodnâmica já caminham este caminho.

Os 10 tipos de Movimento:

1. Estático, ou imóvel -- Absence de mouvement apparent
2. Flutuante -- Flottant
3. Inibido -- Coulant
4. Controlado – Contrôlé
5. Fluído ou sem esforço - Vibrant
6. Efervescente -- Effervecent
7. Dinâmico -- Dynamique
8. Propulsivo -- Propulsif
9. Retardado – Barré
10. Revirados para a esquerda -- Cabré


"Quem se interessaria em ouvir os atores falar?"
H.M. Warner, Warner Brothers, no auge do cinema mudo, 1927.

Um grande abraço a todos e obrigado pelos elogios ao livro
"Grafologia Expressiva"

Tuesday, August 14, 2007

CONTINUIDADE

Pessoal;
A tradução foi feita de acordo com os livros enumerados pela Sociedade Francesa de Grafologia.

Mais os livros :
"ABC da Grafologia" Ed. Ariel; traduzido em espanhol.
"Psicologia da Escrita" Gille Maisani.Ed, Pensamento - traduzido em português.
" Grafologia Expressiva". Paulo Sergio de Camargo. Ed. Ágora


A dificuldade é grande pois alguns nem sempre tem similaridade com o português, sendo então o resultado passível de avaliações.

A

Ágil - Aisée
Cadenciada - Cadencée
Colada - Adossata
Combinada - Combinée
Contida - Contrainte
Em compasso - Étayée
Fragmentada - Fragmentée
Agrupada - Groupée
HIperligada - Hyperliée
Inibida - Inhibée
Justaposta - Juxtaposée
Ligação Secundária - Liasion secundarie
Ligada - Liée
Monótona - Monotone
Reenganchada - Reprise
Retocada - Retouchée
Rítmica - Rythmée
Sacudida - Saccadée
Saltitante - Sautillante
Suspensa - Suspendue
Encavaladas - Télescopée
Trait Courvant - Traço Reverso
Trouée - Lapsus de ligação

Friday, August 10, 2007

Comentários:

A “normatização” feita pela Sociedade Francesa de Grafologia certamente vai influenciar boa parte dos grafólogos em todo o mundo.
Certamente novos livros serão editados de acordo com a “nova” estruturação. Isto significa que muitos livros vão estar desatualizados.

Há cerca de cinco anos que venho insistindo na necessidade de algumas revisões.
Comecei a perceber isto ao reler o brilhante livro de Ania Teillard; “Alma y escritura.” Ed. Paraninfo. Madrid.
Os exemplos da autora, coletados na década de quarenta não existem mais; dificilmente encontramos escritas da maneira que foram traçadas.

O mesmo ocorre para grande parte dos livros que formam traduzidos ou escritos em língua portuguesa. Possuem grande valor, repito, não devem ser descartados, mas o estudante que inicia na grafologia, dificilmente vai encontrar escrita com caneta tinteiro.
Algumas espécies desapareceram e outras podem surgir e os grafólogos devem ficar atentos.
Um exemplo disto são as escritas tipográficas, nos últimos anos o volume deste tipo de grafismo tem se ampliado; cabe ao grafólogo encontrar meios e métodos de avaliar com maior profundidade.

No livro “Grafologia Expressiva" Editora Ágora, tentei suprir alguns destes problemas. Selecionei entre 15 mil escritas aquelas cuja freqüência nas espécies eram maior estatisticamente.
Procurei colocar as espécies com a preocupação de não mostrar as mais evidentes.
Por exemplo: a escrita côncava ou convexa; é difícil que o grafólogo encontre no processo seletivo escritas desta forma que iniciam com um ângulo maior que 120º graus ou 75º graus.

Outro “problema” específico da grafologia brasileira e também da sul-americana em geral. A quase totalidade dos grafólogos segue a linha jaminiana; mas apenas dois livros em língua portuguesa mostram como Jamin parte do método.
Volto em outros comentário.

Monday, July 30, 2007

Suzanne Bresard

Uma da maiores grafólogas do mundo. Presidente de Honra da Sociedade Francesa de Grafologia.
Autora do livro: L'Écriture, Empreinte de l'Homme. 1976. Este livro possui uma versão em português de Portugal. Nela a autora fala dos quatro tipos de movimento na escrita.


Grafologia Método de Exploração Psicológica. Publicações Europa- América.


A autora classifica o movimento em 4 categorias:



- Propulsados para a direita
Quando avançam sobre o espaço vazio da folha, indicam auto-afirmação que pode ser mais ou menos consciente ou inconsciente de acordo com a organização do conjunto do texto. Indicativo de dinamismo.



- Revirados para a esquerda
O gesto opõe-se ao avanço espontâneo sobre o espaço livre da folha. O escritor parece ter medo ou temor de vencer um obstáculo. Travados, segundo a autora, os movimentos indicam uma reação de defesa, de medo inibidor. O obstáculo pode ser real ou imaginário.


- Enrolados
Afetam principalmente a forma das letras. Podem ser considerados como gestos de inda e vinda para si e para os outros e dos outros para si, figurando a alternância entre a simpatia e a escuta; a dádiva e o acolhimento. Mostra sensibilidade vulnerável, impressionável, egocentrismo.-



- Justapostos
São paradas nos movimentos vitais da escrita. Em escritas fracas e irregulares, traduzem perdas de consciência da direção, fazendo temer impulsividades imprevisíveis. Em escritas fortes, com ritmo e regulares, correspondem a paradas para uma reflexão analítica. Atenção voluntária capaz de isolar o essencial para estudar o problema.


Para se aprofunar no estudos movimentos:
Psicodinâmica do Espaço na Grafologia. Ed. Vetor 2006. Paulo Sergio de Camargo.


Diretamente na Editora ou por email ao autor.


Foto enviada por Luisa Medeiros.

Monday, July 16, 2007


Matilde Ras
Matilde Ras é a grande dama da escola espanhola de grafologia. Nasceu em Tarragona em 1881. Membro da Societé de Graphologie de Paris.
Foi aluna de Crépieux-Jamin; Rogues de Fursacs, Camille Streletski, P. Ménard na "Societé Tecniques des Experts en Écritures.
Realizou cursos com E. Solange Pellat, autor das quatro leis da escrita; aceita cientificamente em todo o mundo.
Levou a grafologia para a Espanha e teve como alunos Augusto Vels e Maurício Xandró.
Sua extensa obra inclui vários livros.

Monday, July 09, 2007


Fotos Históricas
O Dr. Amado J. Ballandras entrega ao Mestre Maurício Xandró o título de Professor Honorário da Cátedra de Grafologia da Universidad Libre de Humanidades de Buenos Aires.
O fato ocorreu na Escuela y Faculdad de Medicina de Madrid entre os dias 6 e 24 de novembro de 1972.
Ao fundo observa-se o saudoso e brilhante Prof. Augusto Vels.
Você pode ver a foto da chegada do Prof. Ballandras na cidade de Madrid neste mesmo blog.

Wednesday, June 27, 2007


Assinatura de Ronaldinho Gaúcho

A assinatura é diferente do texto.
O texto indica o comportamento social e a assinatura o íntimo.

Enquanto o texto possui uma estrutura rígida com gestos gráficos de contenção, retração; a assinatura apresenta gestos de expansão.

Podemos interpretar a assinatura como um forte impulso de luta. Desejo de conquista, expressividade. Conquista, desafio, confiança em si. Segurança para partir de encontro as metas. Não existe persona na intimidade.

O texto assinala reserva, constrição, tentativa de controle social, medo que de suas posições neste campo saiam de controle. Reserva, concentração de forças, desconfianças; temo e modéstia. A persona se faz presente em grande intensidade.

O traço inicial em forma de laços é um gesto de cerimônia, de contato amável, envolvente; sedutor. Quem escreve com curvas nos traços iniciais deseja contatos sem conflitos.
A pingo da letra em forma de bola indicativo de insegurança, em escrita com bom nível de forma; sentimento estético desenvolvido.

Os gestos na escrita podem ser estudados com maior intensidade no livro:
Motivaciones y Compensaciones. Ensayo Grafológico Y Psicológico.
Madeleine Blanquefort d´Anglards. Ed. Lasra. 2005. Buenos Aires.

Curso de Formação de Grafólogos. Em novembro. 1 ano e meio.

Thursday, May 10, 2007

Foto Histórica -
Chegada do Dr. Amado J. Ballandras no Aeroporto de Barajas para o "Intercambio Hispan-Argentino de Grafopatologia y Grafoterapia"; organizado pelo Prof. Mauricio Xandró.
Ao lado Augusto Vels.

Ícones da Grafologia Mundial.

Sunday, April 15, 2007

Edição Revisada do livro "Psicodinâmica do Espaço na Grafologia". Ed. Vetor.

O objetivo do livro é realizar um estudo detalhado do espaço na grafologia.

Escrevo diversos temas que ainda não foram mostrados em livros de grafologia do Brasil; entre eles:

- Os 10 tipos de movimento
- Espaço na escola do Padre italiano Girolamo Moretti
- Estudos de Heiss
- Imagem do Movimento, do Espaço e da Forma.
- Ligações espaciais de C. Honroth
- Estudos da Zonas Superior, média e inferior
- Estudos das Margens


Como encontrar o livro:
Caminho 01 -
Editora Vetor
http://www.vetoreditora.com.br/catalogoDetalhe.asp?id=304&param=liv

Ou por telefone 0xx 11 3146 0033

Caminho 02 -
No site da Submarino:
http://www.submarino.com.br


Caminho 03 -
Último dos últimos recursos - com autógrafo do autor.
Mande um email para
grafonauta@br.inter.net



Dados do livro:

Ano: 2007
Edição: 1ª edição - Edição Revisada
Páginas: 328 páginas
Tamanho: 14x21 cm
ISBN: 8575851713
Preço: R$ 52,00

Monday, August 21, 2006




Capa do livro "Psicodinâmica do espaço da grafologia". Ed. Vetor. São Paulo

Sunday, March 18, 2007


Escrita – Princesa Isabel

Gênero – Direção
Espécie - Rabo de Raposa

André Lecerf, um dos principais discípulos de Jamin; chamou de “rabo de raposa” a escrita imbricada descendente que acontece somente na última palavra ou letras da margem direita.

- Queues de renard – francês
- Colas de zorro - espanhol
- Fox tail – inglês
- Code di volpi – italiano
- Sinkende zeilenende – alemão

Observe a palavra “ataque”, as últimas letras caem de modo brusco.

As interpretações são quase sempre negativas; vão desde cansaço, desânimo; depressão etc. Contudo jamais devemos entrar no terreno de diagnóstico.

Agitação maníaca, hiperatividade, graforréia. (Streletski)
Fatalismo. (Xandró)
Discernimento falho. (E. Singer)
Comportamento inoportuno, estado depressivo. (Crépy)
Segue as próprias idéias sem deixar que os outros dêem opiniões. (Marchesan)


Nesta escrita também podemos observar o Traço da Independência da Escola Italiana. Na letra P, quando o traço sobe acima da zona média, mostra necessidade de agir e atuar de forma independente. Sofrimento em posições subalterna.

A direção das linhas também é sinuosa.
O traço envolvendo a assinatura mostra reserva, defensividade. Medo de se expor.
Cursos; palestras, livros dúvidas ou sugestões.

Tuesday, March 13, 2007

COMO MINISTRAR CURSOS AVANÇADOS DE GRAFOLOGIA
Inédito


Este curso visa suprir lacunas para os profissionais que ministram Cursos Avançados de Grafologia no Brasil, tanto em informações; como materiais e livros .

O Curso apresenta as principais teorias grafológicas que os instrutores devem ministrar após os ensinamentos básicos de Grafologia.

O aluno receberá todo o material necessário para ministrar cursos: Livro, Apostila Prática de Exercícios e treinamentos em Power Point; todos integrados; resultando em um aprendizado eficaz.

Mediante solicitação o participante poderá utilizar o material em seus próprios cursos de grafologia.

O curso também serve como Módulo Avançado para aqueles que já tenham conhecimentos de grafologia e desejam se aprofundar gradativamente nesta ciência.


Objetivos
- Capacitar os participantes na utilização de Técnicas Avançadas de Grafologia.
- Estudar conceitos de Grafologia inéditos no Brasil.
- Como utilizar o livro "A grafologia no Recrutamento e Seleção de Pessoal".
- Preenchimento da Apostila Prática de Exercícios.
-Utilizar o CD com aulas de power point ligadas ao livro e apostila.

A quem se destina:
- Profissionais que desejam ministrar cursos avançados.

Metodologia - Material
- Amplamente participativa com questionários, exercícios e testes para acompanhamento dos conceitos a serem estudados.
- Livro “A Grafologia no Recrutamento e Seleção de Pessoal” - Ed. Ágora; Paulo Sergio de Camargo.
- Apostila Prática de Exercícios.
- CD com os treinamentos para cada assunto ministrado.

Data
DIA: 26 de Maio de 2007 -
HORÁRIO: das 08:30 às 18:00 hs -
LOCAL: Rua Dr. Tirso Martins, 100 sala 203 - V. Mariana – São Paulo / SP CEP 04120-050
O curso será realizado na sala de reunião / eventos - térreo
Metrô - Santa Cruz

Informações gerais
- Todo material didático sem custos adicionais.
- Livro "A grafologia no Recrutamento e Seleção de Pessoal" Ed. Ágora – Paulo Sergio de Camargo
- Pagamento parcelado
- Certificado de Conclusão
- Exposição em Data-show.

*** O curso será realizado com o mínimo de 08 alunos.

Inscrições
Talitha: Tel 55 11 5573 7164 / 55 11 5539 3300
Email: grafonauta.avancado@enfoquerh.com.br
Investimento: R$ 680,00 Parcelado em 6 x cheque-pré
Alunos dos Cursos de Grafologia e Sobrag - Desconto de 10%
Outros estados – Desconto de 20%
Pessoa Jurídica - Valor Normal

Instrutor: Paulo Sérgio de Camargo
- Único professor brasileiro de Grafologia reconhecido oficialmente pelo Governo Argentino (Colégio Binet)
- Autor de nove livros sobre Grafologia
- Membro de Honra da AGC - Membro de Honra da "Agrupación Grafoanalistas Consultivos en España" (Barcelona) www.grafoanalisis.com/agc_actes_2006.htm
- Membro SOBRAG - Sociedade Brasileira de Grafologia http://www.sobrag.com.br/
- Consultor de Recursos Humanos em diversas empresas Multinacionais em todo o Brasil.

Livros Publicados
- O que é grafologia. Ed. Brasiliense
- A Grafologia no Recrutamento e Seleção de Pessoal. Ed. Ágora
- A escrita revela sua personalidade. Ed. CEPA
- Assinatura e Personalidade - Ed. PSG
- Dicionário de traços de grafologia. - Ed. PSG
- Grafologia expressiva Ed. Ágora - Novembro 2006

Conteúdo programático / Prólogo
- Escolas de Grafologia no mundo
- Conteúdo Programático das Diversas Escolas
- Curso no Brasil - visão geral

1. Perfis Grafológicos - Modelos
Execução - tipos de perfis
Modelo descritivo, gráfico etc.
Vantagens e desvantagens de cada modelo
Técnicas de elaboração de Perfis Grafológicos
Exercícios práticos Perfis Grafológicos
Treinamento em Flash.

2. Análise Transacional e Grafologia
Pai – Adulto – Criança. Triângulo de Karpman
Exercícios práticos
Treinamento em Flash

3. Teorias de Jung e Grafologia
Introversão – Extroversão
Tipos – Pensamento- Sentimento – Intuição – Sensação
Perfis dos 08 tipos e suas correlações com outras escolas
Exercícios práticos
Treinamento em Flash

4. Escala de Pophal
Noções de neurofisiologia
Escala com valores de I, II, III, IV a, IV b e V
Exercícios práticos
Treinamento em Flash

5. Avaliação de Competências
Liderança - Gerenciamento de tempo - Comunicação - Inteligência - Vontade -
Relacionamento interpessoal - Criatividade etc.
Características gráficas
Exercícios práticos
Treinamentos em PP.

6. Distúrbios Psiquiátricos
Principais estudos grafológicos no mundo
A importância de não realizar diagnósticos
Características gráficas
Exercícios práticos
Treinamentos em PP

7. Alcoolismo, Depressão, Agressividade, Stress e Conflitos
Estudos relacionados à grafologia
Características gráficas
Exercícios práticos
Treinamentos em PP

8. Caracterologia – Escola de Heymmans Le-Senne
Tipos - Primário - Secundário
- Ativo - Não Ativo
- Emotivo - Não emotivo
Perfis dos 08 tipos - Fleugmático, Nervoso, Amorfo, Colérico etc.
Características gráficas
Exercícios práticos
Treinamentos em PP

9. Insinceridade - desonestidade
Teorias sobre a mentira
Características gráficas
Exercícios práticos
Treinamentos em PP

10. Avaliação de potencial através da escrita
Estudos
Características gráficas
Exercícios práticos
Treinamentos em PP

11. Informações gerais
Livros importantes a serem consultados
Sites; material utilizado etc.

Friday, March 02, 2007

A última assinatura de Getúlio Vargas

A assinatura foi feita poucos antes do suicídio.

O detalhe interessante é a cruz no início da mesma.
Para muitos grafólogos é sinal de fatalismo. Pessimismo.

Na verdade trata-se de um tipo de formação em X, que Kimon Ianetta interpreta este sinal como fantasias sobre a morte. *

Também é evidente os tremores realizados no traço horizontal da letra V.
A zona media (ego) é executada de maneira filiforme, ela praticamente desaparece, demonstrando simbolicamente a mesma intenção do escritor; ou seja, anular o ego.

As desproporções da entre as zonas, em especial a ampliação exagerada das zonas superior e inferior.

No livro “Grafologia Expressiva” Ed. Ágora página 100, mostramos este tipo de sinal e sua interpretação:

“Existe uma grande distorção entre as aspirações do escritor e a suas reais possibilidades. Isto em geral o leva a frustrações com as quais não sabe trabalhar de modo adequado.

A insatisfação também se faz presente, pois quase sempre não consegue atingir suas metas, tende não reconhecer que elas sempre são mais do que realmente pode.”

Insatisfação que se converte em protesto, ressentimento e hostilidades ocultas, em interpretações distorcidas ou pejorativas.
Propensão a suspeitar dos demais com projeção dos seus complexos de inferioridade e culpabilidade.


* Livro “ Danger Between the Lines”, EUA, Private Publication, Editor Cindy Ling, 2000. IANETTA, KIMON; CRAINE, JAMES; MACLAUGHLIN, DENNIS.

Monday, January 01, 2007

Modificações na escrita

As modificações na escrita podem ser: - voluntárias ou
- involuntárias

Involuntária: - normais
- acidentais

Acidentais são de origem: - emotiva -
- patológica ou física

Normais:
As causas normais estão na evolução da pessoa, da infância, passando pela adolescência, pela maturidade e finalmente pela velhice.
Nossa escrita evolui, dependendo de centenas de fatores, cada pessoa tem seu ciclo normal de evolução e muitas vezes fica difícil para determinar quando termina um período e começa outro.
Sendo assim um adulto pode ter uma escrita infantil, isto demonstra que a evolução da personalidade não esta sendo realizada naturalmente.


Causas acidentais:
- Emotivas -
Como a origem da escrita é no cérebro qualquer influência é automaticamente acusada na escrita, muito embora não damos nos conta disto.
Qualquer estado, quer depressivo, quer eufórico; modifica o grafismo. Cada ser humano reage de uma maneira diferente, porém o grafólogo experiente sabe avaliar cada dado.

- Patológicas -
Algumas moléstias causam diversas modificações na escrita. O grafólogo, por mais experiente que seja jamais faz qualquer diagnóstico. Certas doenças são facilmente acusadas, até os leigos são capazes de observá-las, como por exemplo, a letra tremida de alcoolistas crônicos; o mal de Parkinson seria outro exemplo.

- Físicas
- As causas físicas que modificam o grafismo são quase infinitas, o calor e o frio são as mais comuns, em geral afetam apenas ao tamanho e a pressão, isto se deve ao endurecimento dos dedos e basta que a circulação volte ao normal para que a escrita se estabilize.